Buscar

Como proteger os nossos cachorros durante o verão


Photo by Jack Geoghegan

Com a chegada do verão, são necessários cuidados extras com o bem-estar dos nossos cães, uma vez que eles não transpiram como nós humanos e a dissipação do calor é realizada por outros meios.


Neste artigo, menciono alguns cuidados simples, mas muito importantes, para que nossos animais de estimação não sofram tanto com o calor e não tenham a saúde comprometida.


Como mencionei acima, ao contrário dos humanos, os cães não transpiram, mas ficam ofegantes, e esse é o modo que eles utilizam para diminuem a temperatura corporal. Levando em conta esse fator, devemos caminhar ou exercitar nossos cães nos horários em que a temperatura ambiente está mais baixa, de manhã bem cedo ou no final da tarde. Devemos também evitar exercícios extenuantes durante os horários em que a temperatura ambiente é mais alta para evitar a heliose (insolação) que pode levar o cão a óbito.


Caminhadas moderadas pode ser feita, mas vamos observar a temperatura do chão por onde caminhamos, isso pode ser verificado com o toque de mão ou dos pés sobre a superfície a ser caminhada. Se está quente para você, para o seu cão também estará. A hidratação deve ser feita regularmente durante a caminhada.


O uso de focinheiras e cabrestos pode ser um problema, visto que o uso impede que o cão ofegue livremente. Caso seu uso seja necessário, deve ser limitado, e monitorado para evitar o superaquecimento dos cães durante o verão.


Outro cenário que pode trazer sérias consequências é deixar o cachorro dentro do carro, mesmo com as janelas abertas, e até por alguns minutos, já que o aumento da temperatura dentro do veículo aumenta rapidamente e pode ser mortal.


Os cães devem ter água fresca e limpa em todas as estações do ano, mas durante o verão, devemos tomar cuidado dobrado para evitar a desidratação. Colocar um pote ou balde extra de água protegido do sol para evitar que a água esquente. Levar o seu cão para nadar para se refrescar também é uma boa ideia, os cães devem ser monitorados durante esta atividade seja em piscinas, lagos ou rios.


Devido às necessidades calóricas serem mais baixas há animais que consomem menos alimentos durante o verão. Podemos utilizar alimentos com menor conteúdo de energia durante esta estação evitando o sobrepeso dos cães, estes ajustes devem ser monitorados por um profissional da área.


Além desse cuidado, devemos fazer a desparasitação, e evitar que os cães comam alimentos das ruas. O calor estimula a proliferação de moscas, pulgas, carrapatos; e os alimentos expostos nas ruas se decompõem rapidamente.


Caso o seu cão vomite ou tenha diarreia. Leve-o imediatamente ao veterinário para evitar a desidratação, que pode acontecer em questão de algumas horas.


Todo cão deve ter um abrigo que o proteja do sol. Este abrigo deve estar preparado para que o aumento de sua temperatura não ocorra, o ambiente deve ser bem ventilado e a higienização deve ser feita constantemente. Tenha em mente que proteger o seu cão é sua obrigação como tutor.


Cão A otimizando relações


#verão #cães #cachorro #adestradorjoeabiko #cãoa #caoaeduca #adestrador #maringá #desidratação #heliose #treinamento #moderado #cuidados #sol #passeios #proteger #água #fresca #piscina

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo